5P com Rafael Portugal

Rafael Portugal é o cara da casa ao lado. O jeitão engraçado, “simplão” (como ele mesmo se define) faz você achar que o conhece há anos. Ajuda o fato dele (muito provavelmente) estar no seu celular, computador, ou tablet, diversas vezes na semana, afinal é um dos principais atores do Porta dos Fundos, o canal do YouTube que tem mais de 12 milhões de seguidores. Ele recebeu a equipe da Playboy em seu hotel, em uma fria noite de sábado. A entrevista que deveria se limitar a 20 perguntas (e que você lê completa na edição 492 com a aparesentadora gamer Nyvi Estephan na capa) se estendeu por mais de uma hora. Aqui você confere trechos exclusivos desse material.

PLAYBOY – Você é bastante ativo nas redes sociais, tem perfil nas principais (face, insta e twitter), grande parte do seu trabalho é na internet. Em algum momento ela enche o saco?
RAFAEL PORTUGAL – Não acho que ela me enche. Pelo contrário, eu acho que eu deveria estar mais presente nela, assistir outros canais. Quando eu participo do YouTube FunFest, por exemplo, 70% das pessoas eu não conheço. E acho que é uma falha minha. Eu trabalho no YouTube e deveria conhecer mais.

PLAYBOY -Você lê coisas impressas ou só o que está na internet?
RAFAEL PORTUGAL – Ainda leio. Adoro ler jornal. Compro muito jornal. Revista. O Fábio Porchat é assinante de cinco jornais, e às vezes ele leva para as gravações e eu adoro. Mas também vejo muita coisa na internet. Acesso portais de notícia, fico ligado o tempo todo.

rafa02

“Sei que eu tenho um perfil que me ajuda a fazer rir. Mas eu tenho muita vontade de fazer drama” Foto: Wesley Aguiar (selo.ms)

PLAYBOY – O trabalho no Porta dos Fundos te dá a chance de fazer inúmeros outros trabalhos, você fez um filme, dublou uma animação, narrou esportes nas olimpíadas. O que de mais inusitado já te chamaram para fazer?
RAFAEL PORTUGAL – Acabei de fazer um filme, eu sou o protagonista do 98%, que é com direção do Ian SBF, mas que não tem nada a ver com o Porta. Meu segundo filme na vida e o primeiro como protagonista, com um elenco incrível, Alexandre Nero, Lúcio Mauro Filho, Maria Clara Gueiros, entre outros. Mas narrar esportes foi bem inusitado, até porque eu não entendo nada. Mas não saber foi legal para os comentários.

PLAYBOY – Quais canais do YouTube o Rafael Portugal segue?
RAFAEL PORTUGAL -Eu gosto muito do canal Você Sabia?, do Daniel e do Lucas que é um canal sobre curiosidades do mundo. Eu gosto muito do Manual do Mundo, do jornalista Iberê Thenório , gosto muito do canal Ixi, que tem um humor inspirado no humor do Hermes e Renato, diferente do humor feito pelo Porta. Eu gosto de assistir também um canal religioso, que é do Caio Fábio, o Papo de Graça, que é um pastor que não tem igreja e eu gosto muito desse tema. Eu sou cristão e bate muito com as coisas que eu acredito, porque ele bate muito na tecla de você não ser um fanático, de você respeitar o outro, outras religiões, até porque o que eu creio é no amor. Então se eu começo muito a julgar e criticar já perdeu o sentido.

PLAYBOY – E além de ator, você é compositor?
RAFAEL PORTUGAL – Ah eu sou compositor, é verdade. Sou compositor da música João de Barro que entrou no DVD da Maria Gadu, que fiz com meu irmão Leandro Leo. Eu tenho a música Sonhando que eu acho linda que entrou no CD do D’Black. Eu tenho música sertaneja. Muito louco um carioca fazendo música sertaneja, mas é que passei um tempo em Goiás. Eu tenho um sambinha, que estou doido para ser gravado. Eu cheguei, há muitos anos atrás, a mostrar para o Mumuzinho, mas acho que a letra não estava legal ali, porque ele disse: letra maneira, de repente essa daí para o Felipe Dylon fica legal…Eu tenho sentido muita vontade de fazer músicas de comédia agora.