Coluna: Beleza é sim coisa de macho!

O homem contemporâneo se cuida muito mais, se preocupa com sua aparência e está aberto ao novo. Comprar cremes anti-idade e usar roupas da moda já faz parte dos novos hábitos desse homem moderno, assim como seu interesse em se informar sobre tendências, entender o que está vestindo e valorizar sua imagem pessoal. Há quem diga que isto é uma postura passageira, mas uma pesquisa realizada aqui no Brasil confirma esta nova realidade: os homens estão mais vaidosos, interessados por moda e conscientes dos seus novos desejos de consumo. A seguir fique por dentro dos dados da pesquisa, realizada pela Minds&Hearts, com brasileiros entre 16 e 59 anos.

MODA

45% dos entrevistados afirmaram que gostam de moda e buscam se informar sobre lançamentos e novidades. Já 30% disseram não gostar de seguir modismos e que preferem criar coisas originais e pouco comuns. Além disso, a pesquisa apontou que tal comportamento não é característico de alguma classe social específica, uma vez que pouco oscilou entre as classes A, B ou C.

PRODUTOS DE BELEZA

No tocante aos cosméticos, além do uso dos tradicionais itens básicos como desodorante spray (69%), hidratante corporal (39%) e sabonete antisséptico (38%), a pesquisa destacou que os homens também estão usando outros artigos antes usados majoritariamente por mulheres como sabonete líquido para o corpo (28%), sabonete esfoliante (22%), hidratante especifico para os tipos de pele (18%) e até cremes para depilação (11%).

ÁREAS DO CORPO QUE OS HOMENS MAIS SE PREOCUPAM

De modo geral os homens têm dado maior atenção ao rosto. 31% dos entrevistados afirmaram preocupar-se mais com a face do que com o corpo (29%) e a saúde bucal (27%). E nesse quesito a pesquisa apontou uma diferença de comportamento entre as classes sociais, uma vez que a classe C se preocupa mais com a saúde bucal do que com o rosto.

QUEM INFLUENCIA O HOMEM MODERNO

Nesse quesito as mulheres lideraram a pesquisa. Com 61% dos votos, elas foram apontadas como sendo as principais influenciadoras entre os homens de todas as idades e classes sociais na hora deles buscarem informações e indicações. O segundo lugar, com 30%, ficou para as propagandas, seguidas por cabeleireiros, esteticistas e consultores de imagem que ocuparam o terceiro lugar, com 25% dos apontamentos. No tocante aos blogs e sites de produtos, eles são considerados importantes pelos homens entre 19 e 24 anos na hora de buscar informação e orientação.

EXIGÊNCIA NAS ALTURAS

Não foi apenas o consumo de produtos de moda e beleza que aumentou entre os homens, sua exigência também cresceu. Veja os dados:
-76% dos entrevistados consideram que as marcas esqueceram que os homens são vaidosos
-90% sentem falta de mais produtos específicos para o público masculino
-80% rejeitam a ideia de “linhas for men” e querem marcas exclusivas
-79% querem embalagens diferenciadas
-85% querem mais informações sobre os benefícios dos produtos e formas de uso
Mais do que apontar mudanças significativas na forma de agir, se comunicar e consumir do homem contemporâneo, a pesquisa mostra seu novo perfil: um homem muito mais vaidoso, antenado, exigente, interessado por informação de qualidade e aberto ao novo.