20P: casal Érico Brás e Kenia Maria falam de amor, sexo, carreira e igualdade de gêneros

Um casal, múltiplos talentos. Assim são Érico Brás e Kenia Maria. Ele ator, humorista, cantor e escritor, que neste momento compõe o elenco do programa dominical PopStar, na Rede Globo. Ela atriz, escritora e youtuber que foi nomeada pela ONU Mulheres do Brasil a primeira Defensora dos Direitos das Mulheres Negras, no mundo e assim, ao lado de Juliana Paes e Camila Pitanga entra no grupo de mulheres públicas em favor da igualdade de gênero no Brasil.

Juntos na vida real são também os criadores no Canal no YouTube o canal “Tá Bom Pra Você?”, em que recria comerciais de TV usando apenas artistas negros, como forma de questionar o racismo na publicidade.

Para a PLAYBOY eles toparam participar da nossa seção 20P. Abaixo você confere a entrevista que um fez com o outro sobre questões fundamentais do dia a dia do casal.

Érico entrevista Kenia

1- De que forma os homens podem colaborar com a causa feminista ?
Parando de estimular o ódio e o desafeto entre nós. O machismo é responsável por isso.

2 – Mulheres são machistas?
Mulheres são vítimas do machismo.

3- Como você se comporta diante de uma situação machista?
Mesmo pagando o preço de ser vista como a “raivosa”, revoltada e mal amada, reajo imediatamente e não deixo passar. No caso de violência física, eu revido ou ligo para 180.

4 – Você foi uma das pessoas públicas a apoiar a hashtag #Mexeucomumamexeucomtodas. Qual é a importância das mulheres se unirem nesse momento?

O Brasil é o quinto país mais violento para uma mulher viver! A lei Maria da Penha ajudou muito na redução da violência contra a mulher, popularizou o debate e a violência contra as mulheres brancas diminuiu 10%, em dez anos de lei. O movimento #mexeucomumamexeucomtodas foi um avanço, mas ainda não conseguimos a mesma comoção quando se trata de violência com mulheres negras, que em dez anos teve um aumento de 54%.

5 – Tem pessoas que não sabem que além de escritora e youtuber, você também é atriz. Quais personagens você gostaria de interpretar?
A cantora Celia Cruz, a esposa de Zumbi Dandara e a escritora Carolina de Jesus.

6 – Qual ator você gostaria de conhecer e contracenar?
Denzel Washington.

7 – O que mais admira em mim?
Seu corpo, seu cheiro e sua arte.

8 – Sexo significa o que pra você?
Vida, necessidade física e, às vezes, amor.

9 – Você lembra quando foi nosso último beijo?
Hoje de manhã, antes de sairmos para trabalhar! Você perguntou isso de propósito, né?! Foi um beijo romântico!

10- Qual lugar inesquecível que te levei? O que eu te falei ou fiz que mais te deixou apaixonada?
Morro de São Paulo. Foi uma viagem romântica e sexual: uma combinação perfeita.

Kenia entrevista Érico

1- Ator ou comediante?
Os dois. Se é que são indissociáveis!

2 – O comediante pode tudo?
Quase tudo. O politicamente correto na arte às vezes cai como censura. Mas tem artista que não sabe os limites da própria arte, não se conhece, não sabe o poder da palavra e ainda ignora o momento político do país e do mundo.

3 – Como você vê o cenário da cultura brasileira?
A cultura nacional está vivendo um momento UTI. Nós, artistas, estamos vivendo de migalhas. Existe um enorme desrespeito a arte neste país. Uma nação que respeita a arte e o artista tem tudo pra ser um lugar melhor. Porque só aqui que tenho que enfatizar o óbvio: “CULTURA é educação e política!”.

4- Escolha três personagem que você gostaria de fazer no cinema?
Existem papéis que marcam a vida da gente. Eu fiz 25 peças e adorei todos os meus personagens – sem demagogia. Mas eu revelo que gostaria de fazer um “mocinho”. A gente está carente de um “herói brasileiro”, numa trama genuinamente nacional. Já, já chego lá! Quero dar essa alegria ao povo brasileiro!

5- Você é uma das celebridades escolhidas pela ONU mulheres para apoiar a campanha “He For She – pela igualdade de gênero”. No entanto, o que você faz na prática para que as mulheres tenham mais oportunidades?
Abro mão dos meus privilégios como homem. Começando pelo exercício dentro de casa. Eu admiro e respeito muito a minha esposa.

6 – Qual é o seu sonho de consumo?
De verdade, eu não sou um homem consumista. No entanto, tenho minhas ambições, como crescer mais na minha carreira de artista. Por exemplo, eu estou estudando canto porque adoro música. Eu quero me desafiar profissionalmente; aperfeiçoar o meu ofício.

7- Você gosta mesmo de cozinhar?
Sim, eu adoro cozinhar! Gosto de ver a mesa cheia de amigos e família, sentadas e saboreando o que eu preparei. Eu também adoro criar pratos, misturar sabores e, modéstia a parte, sempre dá certo (risos).

8 – Qual é a mulher mais bonita em sua opinião – sem ser eu (risos)?
Mulher bonita tem que ser inteligente. Tem que ser firme nas suas escolhas e decisões. Portanto, eu posso dizer que sou um admirador de mulher feminista. Gosto de mulher cheirosa, reluzente e com bom humor.

9 – Amor ou sexo?
Os dois. Amor constante e sexo sempre.

10- Como é viver como uma mulher feminista militante?
Não é fácil porque sou um homem criado numa sociedade machista e com dogmas totalmente contrários à pratica da minha esposa. A militância na minha casa é constante e não é desconfortável porque entendemos que a nossa pratica diária ajuda nas relações extra-casa.