Com imagens históricas, Amsterdam tem museu dedicado ao sexo

Amsterdam, na Holanda, é uma cidade conhecida por ser bastante liberal. Além da maconha ser legalizada, também é permitido a prostituição, tendo inclusive uma rua na cidade dedicada a isso: a Red Light.

Entre os lugares pouco tradicionais para visitar, há o Sex Museum, templo de Vênus em Amsterdam. O museu foi aberto em 1985 e, no começo, contava apenas com pequenos objetos eróticos do século XIX, porém, como os primeiros visitantes ficaram muito fascinados, foi preciso expandir a coleção.

Estátua da Mata Hari no Museu do Sexo em Amsterdam. A personagem é conhecida na história por ser uma espiã e principalmente por usar da sensualidade para seduzir os homens (Foto: Daise Alves | Universo Retrô)

Peça íntima feminina utilizada antigamente (Foto: Daise Alves | Universo Retrô)

O slogan do museu é “Sexo é a coisa mais natural do mundo” e, com isso, deseja mostrar que o sexo sempre teve um importante papel na história e nas artes, além de querer fortalecer que a arte de amar tem sido transmitida de diferentes jeitos e formas durante séculos no mundo.

No museu é possível encontrar pinturas, fotografias, estátuas, vídeos e todo tipo de objeto dedicado ao tema, desde os primórdios da humanidade até os tempos atuais, passando por detalhes de diversos séculos,  como: a era antiga, elementos de castidade entre 1500 e 1600, artigos europeus entre 1700 e 1800, o erotismo na China antiga e detalhes das décadas entre os séculos XX e XXI, como as danças eróticas dos anos 20, as pin-ups dos anos 40 e a nudez dos anos 70.

Cartas de baralho com ilustração de pin-ups, detalhe para capa da Playboy de 1960 (Foto: Daise Alves | Universo Retrô)

Imagens de pin-ups no Museu do Sexo (Foto: Daise Alves | Universo Retrô)

O museu é bem visitado em Amsterdam e recebe turistas de diversas partes do mundo. Há aqueles que valorizam o local pelo seu valor histórico e também os visitantes que acham tudo uma grande curtição.

O museu tem recebido mais de 500 mil visitas por ano, fazendo com que ele seja um dos melhores museus de sexo do mundo. Cidades como Paris, Berlim e Copenhage também possuem um museu do sexo, porém ainda não alcançaram as mesmas proporções.

Estátua da Marilyn Monroe no Museu (Foto: Daise Alves | Universo Retrô)

Imagens eróticas vintage, comprovando que sempre existiu pornografia (Foto: Daise Alves | Universo Retrô)

Para quem gosta de fugir dos trechos mais tradicionais, Amsterdam ainda possui outros museus mais exóticos, como: Museu da Prostituição, Museu Erótico e o Museu da Marijuana.

SERVIÇO

SEX MUSEUM AMSTERDAM
LOCAL: Damrak 18
1012 LH  Amsterdam
Próximo à Estação Central de Amsterdam
ENTRADA: 4 Euros
ABERTO: das 9h30 até às 23h30
IDADE MÍNIMA: 16 anos