[Coluna] Sexo: nem sempre as mulheres querem grandes produções (eu garanto!)

Nem sempre uma boa e memorável transa precisa de muita produção ou luxo. Juro! Nós mulheres também amamos aquelas rapidinhas em lugares públicos: são deliciosas, excitantes, inesquecíveis e baratos (heheheheh). Eu testei e aprovei vários lugares.  Só não esquece  de checar câmeras próximas e de serem discretos… Se é que existe alguma discrição em sexo em lugares públicos, não é mesmo?

Confira 10 lugares públicos para transar (testados e aprovados por mim):

1) ESCADA DO PRÉDIO

Ah, se as escadas do meu prédio falassem! Lá não há câmeras e a porta de acesso à escada rangem escandalosas quando abertas, então é difícil ser pega no flagra, principalmente se você estiver entre um andar e outro, mesmo assim é muito excitante. Algumas das transas mais gostosas que já tive foram na escada. Sabe quando você está esperando o elevador, louco pra subir e transar, mas ele nunca chega? Puxa sua gata pra escada e manda ver, mas antes certifique-se que é uma escada segura e sem câmeras, como a minha… hahaha… Dica de ouro: Coloque o pé num degrau, o outro no outro, vira daqui, vira de lá, conte com o auxílio do corrimão para as suas bombadas de ouro e de repente você está criando novas posições para o Kama Sutra, sem perceber. Ui, que delícia só de lembrar…mas voltemos ao texto.

2) PRAIA

De sexo na praia eu só entendo 50%: transar no mar. Nada de areia (fico imaginando a areia entrando na minha perseguida e me dá desespero)! Como não sou lá muito pequena, tenho 1,72m e muitos quilos, não dava para o meu ex-parceiro me virar e fazer mil e uma posições comigo. A solução foi sentar no colo dele, de frente, sobre aquela giromba maravilhosa, e mexer discretamente, conforme o balanço do mar. É bom se distanciar das pessoas, escolher um lugar mais isolado e ser sutil. Sempre deixar aquela dúvida no ar: “será que eles estão transando ou só se beijando?”.

3) AVIÃO

Eu queria ter uma super história de sexo na primeira classe pra contar para vocês, mas sou pobrinha e minha experiência aconteceu na classe econômica mesmo. Sabe aquela história de transar em um banheiro de avião? É mentira! Quase nem um adulto cabe sozinho naquele banheiro, quanto menos um casal. O negócio é se contentar com carícias na poltrona mesmo. Viagens internacionais são ótimas! Após o jantar e com uns bons goles de vinho, as luzes se apagam, quase o avião todo começa a dormir e é aí que você pode se divertir por baixo das cobertas. Não fui aos finalmente, apenas ficamos nas preliminares. Mas sabe que acho que foi até mais gostoso? Ficou aquele baita gosto de quero mais. No meio da brincadeira um comissário de bordo apareceu perguntando ao meu parceiro se estava tudo bem. Respondemos que estava tudo ótimo!

4) RUA DESERTA

Na rua deserta, você pode descer do carro, abrir a porta de trás, ficar em pé e colocar a sua parceira de quatro no banco dos passageiros. Ela se sentirá menos exposta com só você fora do carro. No máximo a bunda dela ficará à mostra. Mande ver, sem dó, com gosto. A adrenalina será imensa e o orgasmo chega rapidinho, para ambos. Cuidado para não ser surpreendido por uma câmera (ou um bandido!).

5) LAVANDERIA

Lavanderia da casa da sogra. Imagine todo mundo na sala de estar e vocês dois lá, mandando ver… É bom demais! Quando a máquina de lavar é bem velha, o prazer é extra, porque vibra mais que uma britadeira. Sua gata pode se debruçar na geringonça e o barulho também ajuda a abafar o de vocês. Aquele medo de que alguém pode aparecer a qualquer momento, também é bem excitante!

6) BANHEIRO DE BALADA

Drinks, ambiente escuro, música empolgante e conversa ao pé do ouvido. O que acontece quando bate aquele tesão imenso? Pessoas normais iriam embora e transariam em um motel. Mas nós não somos meros mortais, nós somos os discípulos de Hugh Hefner! Nunca vou me esquecer de quando estava em uma balada com meu ex, em uma área vip. A gente se beijava loucamente, aquele tesão que só aumentava, até que vi um banheiro. Puxei meu gato para lá, trancamos a porta e mandamos ver. Enquanto nos divertíamos, bateram na porta algumas vezes.

7) ÔNIBUS

Só quem já viajou em um ônibus interestadual sabe como aquele som do motor pode abafar os ruídos de uma rapidinha. Se o ônibus estiver cheio, esqueça. E nem tente optar pelo banheiro, que é sempre muito nojento. Só rola transar no ônibus quando há poltranas vazias. Se já estiver prevendo alguma maldade gostosa com sua gata, na hora de comprar as passagens, escolha o último banco. No mínimo vai rolar uma mão aqui, e uma boca ali. Mas fiquem sempre atentos!

8) TRABALHO

Se você é o chefe, esqueça! Nada de transar com a funcionária na empresa. Ninguém quer um processinho de assédio sexual nas costas manchando seu currículo, não é mesmo? Mas se você e a gata tiverem o mesmo nível hierárquico dentro da empresa, uma transa no banheiro, cozinha ou almoxarifado do trabalho, após o expediente, também pode ser bem excitante. Transar na mesa do chefe é só para os fortes. Não cheguei nesse nível de coragem. Cuidado com a demissão por justa causa. Mas se ela acontecer, pelo menos você terá histórias pra contar na mesa do bar.

9) NA ESTRADA

Imagine ser chupado de São Paulo à Ubatuba, com pequenas paradas nos pedágios? Isso quando a gente lembra de parar né? Você vai guiando o carro e não precisa fazer nada, apenas curtir. Sua gata vai te acariciando e usando seus lábios para tornar a sua viagem menos monótona. É uma delícia, mas não tire o olho da pista! Quando chegarem ao destino, você vai estar louco para pegá-la de jeito (isso se não parar pelo caminho para concluir o serviço).

10) NA GARAGEM

Vocês chegam em casa, entram com o carro de frente na garagem. O portão é vazado, quem passa pela rua pode ver o que se passa lá dentro. De repente, você começa a beijá-la e a coloca deitada no capô do carro. Bom, isso acontecia comigo quando eu pesava uns quilos a menos… hehehe… é bem excitante e o capô do carro, apesar de duro, fica quentinho. O carro protege parte da visão, mas não tira aquela excitação e medo do vizinho vir tocar sua campainhi bem na hora h.